A endometriose é uma das 10 doenças mais dolorosas do mundo

1

 

Para muitas pessoas ter endometriose é a mesma coisa que ter gripe. Quando estamos em crise, é comum escutarmos: “Você não tomou remédio há pouco?” “Mas se você já tomou remédio, como pode estar com dor ainda?”

Eu chamo essas pessoas de seres ignorantes, porque na boa, eu tenho é muito dó de um ser desse. É claro que é péssimo ouvir isso, que nos deixa com mais dor ainda, porque essas frases ridículas e sem nexo abala ainda mais nosso psicológico.

Mas, enfim, aos poucos vamos provando que nós, endomulheres, somos as mulheres mais guerreiras do mundo, as mulheres mais fortes e as mais incríveis para suportar tudo que passamos.

Eu já passei por muitas adversidades, já escutei várias frases ridículas, mas eu nunca perdi a fé, sempre acreditei em tudo que eu sentia e isso foi essencial para descobrir que eu era portadora de endometriose.

Porque chega um momento – como no meu caso – eu sentia dor para andar e até mesmo para respirar. Eu falava: “Ai, eu preciso deitar, colocar as pernas pra cima, não estou aguentando ficar em pé.”

Aí me perguntavam: “Onde doí?” E eu falava: “Doí tudo, não sei bem onde, mas é muita dor.” Meu grande problema era na verdade as aderências. Então, se a endometriose já é bem dolorosa, para quem tem as malditas aderências então, essa dor é muuiiiiiiiiiito maior. Fora que as cirurgias repetitivas e as que não são bem feitas causam ainda mais aderências.

Além da cólica incapacitante, muitas mulheres apresentam outros sintomas dolorosos. Algumas podem até não ter a cólica menstrual incapacitante, mas podem apresentar dores (e muitas!) para evacuar e outras ao urinar. Olha, ôôôôô doencinha que judia viu. Maltrata mesmo.

Prova disso e para confirmar que falamos a verdade é o ranking abaixo, onde a endometriose está listada entre as 10 doenças mais dolorosas do mundo. No momento ocupa a10ª posição, mas tendo a informação comprovada por pesquisas que a endo pode acarretar outras doenças muito doloridas, como a fibromialgia.

Senti falta dela no ranking, porque ôôôô doença dolorosa também. Quando um ortopedista (péssimo por sinal) supôs que eu estava com fibromilagia, nossa desandei a chorar no consultório. Meio ignorante, ele perguntou por que aquilo, e eu falei: “Porque eu já tenho endometriose e tenho muitas dores e agora mais uma doença crônica que causa mais dores.”

Claro que esse ser não sabia o que é endometriose. Mas, graças a Deus, a suspeita no meu caso não se confirmou. Enquanto fazia minha fisioterapia na Unifesp, as meninas fizeram alguns testes em mim e os pontos mínimos de dor não se confirmaram.

Ufa!! Mas sei que muitas endoirmãs têm endometriose e fibromialgia. Sei que é difícil, mas é preciso seguir em frente com muita fé, força e coragem e muita, muita perseverança. Lembre-se que você não está sozinha.

Estamos unidas para uma mesma missão e saiba que pode contar comigo. E é importante lembrar que cada pessoa tem uma tolerância à dor. E a dor da endometriose independe do grau da doença e da profundidade dela.

Espero que o ranking abaixo sirva de alerta aos ignorantes. Aos poucos vamos mostrando que não somos mentirosas, preguiçosas e muito menos frescas! Eu acredito em todas as dores!! Beijo carinhoso!!

Ranking:

10° Endometriose

9° Gastroenterite

8° Abcesso Dentário

7° Otite

6° Peritonite

5° Torção no ovário e no testículo

4° Herpes-zóster

3° Pedra na vesícula

2° Cefaleia (aquela que ataca a parte superior, próximo as sobrancelhas)

1° Pedra nos rins

 

Texto publicado no blogspot em 19 de março de 2013

Fonte texto: Listverse
Fonte imagem: Free Digital Photos

Por Caroline Salazar