“Com a Palavra, o Especialista”, Doutor Alysson Zanatta!

1

“Com a Palavra, o Especialista”, o doutor Alysson Zanatta responde a duas questões sobre o tratamento da endometriose. Por conta dos mitos que ainda permeiam a doença, é muito comum mulheres e até mesmo os médicos acharem que os medicamentos erradicam a doença.

Os medicamentos são importantes para controlar, minimizar e até mesmo fazerem sumir os sintomas, mas ainda não existe milagre para tirar os focos. A dúvida da leitora é sobre a possibilidade de tratar a doença sem hormônios.

Já a segunda questão é sobre a cirurgia. Por que é mais recomendada a videolaparoscopia e não a laparotomia? Compartilhe mais um texto exclusivo A Endometriose e Eu e espalhe a correta conscientização da endometriose. Beijo carinhoso! Caroline Salazar 

 

 Tem como tratar a endometriose profunda grau IV sem hormônios? Fabíola Stroher Fernandes – Estrela, Rio Grande do Sul

Doutor Alysson Zanatta: Olá Fabricia. Os hormônios servem para controle da dor da endometriose, independente do grau, mas não a tratam no sentido de fazê-la desaparecer. Por outro lado, uma remoção cirúrgica planejada e realizada por especialista pode ser altamente efetiva para o tratatamento da endometriose profunda grau IV (e de todos os outros graus também).

– A cirurgia de endometriose só pode ser realizada por videolaparoscopia? Por que ela não pode ser aberta (laparotomia, conhecida como cesárea)? Monique Jardim – Rio de Janeiro, RJ

Doutor Alysson Zanatta: Os resultados da cirurgia realizada por laparotomia são ruins, especialmente para aquelas mulheres que ainda desejam engravidar. Há vários trabalhos mostrando comprometimento da fertilidade após uma cirurgia realizada por laparotomia, devido às aderências severas que podem resultar. Por outro lado, com a videolaparoscopia há maior detalhe de imagens, maior precisão dos movimentos, e resultados cirúrgicos comprovadamente superiores.

 

Sobre o doutor Alysson Zanatta:

Dr Alysson ZanattaGraduado e com residência médica pela Universidade Estadual de Londrina, doutor Alysson Zanatta tem especializações em uroginecologia e cirurgia vaginal pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), cirurgia laparoscópica pelo Hospital Pérola Byington de São Paulo e doutorado pela Universidade de São Paulo, USP. Suas principais áreas de atuação são a pesquisa e o tratamento da endometriose, com ênfase na cirurgia de remoção máxima da doença. Seus inter­esses são voltados para iniciativas que promovem a conscientização da população sobre a doença, como forma de tratar a doença adequadamente. É diretor da Clínica Pelvi Uroginecologia e Cirurgia Ginecológica em Brasília, no Distrito Federal, onde atende mulheres com endometriose, e ex-professor-adjunto de Ginecologia da Universidade de Brasília (UnB). (Acesse o currículo lattes do doutor Alysson Zanatta).

1 comentário

  1. Priscila Santos Em

    Existem alternativas para melhorar a qualidade de vida da mulher com endometriose que não seja o uso de hormônios? Eu não posso tomar hormônios e a cirurgia não foi recomendada no meu caso.