“Com a Palavra, o Especialista”, Doutor Hélio Sato!

0

A reprodução assistida é uma das áreas da medicina que mais evoluiu nos últimos anos e décadas. Com os avanços e adventos das técnicas reprodutivas mais casais podem realizar o desejo da maternidade e paternidade.

Uma das questões que já escutei sobre o assunto é o conflito de algumas religiões em relação a ‘sobra’ e congelamento dos embriões extras na fertilização in vitro.

Geralmente, depende de cada caso, claro, é preciso ter embriões a mais para que o médico tenha uma margem extra, evitando assim nova estimulação dos ovários, se a primeira tentativa não der certo.

Em “Com a Palavra, o Especialista”, o doutor Hélio Sato explica sobre a fertilização in vitro em relação a questão religiosa: se é possível obter o número certo de embriões que se vai implantar sem ter a ‘sobra’.

A outra dúvida é a respeito da qualidade e da implantação dos embriões. E nessa área a medicina reprodutiva evoluiu muito, seja para verificar a qualidade do embrião a ser implantado, como para detectar alguma doença genética antes mesmo da implantação.  

E são essas dúvidas das leitoras do blog A Endometriose e Eu que o doutor Hélio Sato responde nos vídeos abaixo. Aperte o play e tire suas dúvidas! Beijo carinhoso! Caroline Salazar 

Atenção: Esta coluna existe para tirar sua dúvida e para que você vá mais informada na sua próxima consulta. Porém, ela não substitui sua consulta médica, e, em hipótese nenhuma, tratamos de casos específicos nesta seção.

– Quando for fazer a fertilização de embriões, é possível fazer o número certo que se vai implantar em razão de questões religiosas? Miriam Alves da Silva – Campinas, SP

– Gostaria de saber sobre a classificação da qualidade do embrião e implantação? Dependendo da qualidade, o embrião poderá ser descartado sem ser implantado? Natália de Oliveira – Palmas, TO 

Sobre o doutor Hélio Sato:

Ginecologista e obstetra, Hélio Sato é especializado em endometriose, em laparoscopia e em reprodução humana. Tem graduação em Medicina, Residência Médica, Preceptoria, Mestrado e Doutorado em Ginecologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), e foi corresponsável do Setor de Algia Pélvica e Endometriose da mesma instituição. 

Hélio Sato tem certificado em laparoscopia pela Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e de Obstetrícia. É membro da AAGL “American Society of Gynecology Laparoscopy” e é sócio fundador da clínica de reprodução humana LABFORLIFE.

Deixe seu comentário