“Com a palavra, o Especialista”, doutor Tomyo Arazawa!

0

A endometriose pode acometer qualquer órgão do corpo humano, como vimos no texto “Endometriose no dedo indicador: caso raro desmistifica a origem da doença”, apesar de ser mais comumente encontrada em órgãos próximos à pelve e abdômen.

Em “Com a Palavra, o Especialista”, o doutor Tomyo Arazawa tira dúvidas sobre endometriose na vagina e no intestino/ reto. Ambas mostram a doença profunda. A primeira leitora quer saber os principais sintomas da doença na vagina. 

Já a segunda questão é sobre endometriose intestinal e no reto. A leitora tem dúvida se ter endometriose no intestino é a mesma coisa que no reto e se uma mulher pode ter as duas doenças juntas. O doutor Tomyo Arazawa explica o que significa os termos bem como os sintomas, se qual diferença entre uma e outra.

E, você, tem alguma dúvida sobre endometriose, infertilidade ou qualquer assunto relacionado à saúde da mulher? Deixe-a aqui com seu nome, sobrenome, cidade e estado. Compartilhe mais um texto exclusivo A Endometriose e Eu e ajude-nos a levar uma nova conscientização da endometriose. Beijo carinhoso! Caroline Salazar

Atenção: Esta coluna existe para tirar sua dúvida e para que você vá mais informada na sua próxima consulta. Porém, ela não substitui sua consulta médica, e, em hipótese nenhuma, tratamos de casos específicos nesta seção.

– Quais os sintomas proeminentes de endometriose na vagina? Luciana Costa, Natal – RN

Doutor Tomyo Arazawa: Olá Luciana! A endometriose na vagina sempre vem acompanhada de outras lesões de endometriose profunda na pelve. Geralmente na região atrás do colo do útero (retrocervical), nos ligamentos uterossacros, ou no septo reto-vaginal (região entre o reto e a vagina).

Como cada paciente tem um grau diferente de endometriose, os sintomas também podem ser variáveis. Mas, de modo geral, o sintoma mais evidente é a dor na relação sexual de profundidade. Cólicas menstruais intensas também são frequentes, além de dor na região do reto, especialmente no período menstrual.

Algumas pacientes apresentam também sangramento nas relações sexuais, especialmente nos casos de endometriose mais profunda, que compromete a mucosa da vagina.

Os sintomas urinários, como dor para urinar, urgência para urinar e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga também pode estar presente.

– Qual a diferença entre endometriose intestinal e no reto? Há a possibilidade de ter as duas doenças? Gostaria de saber os principais sintomas de cada uma. Celeste Moraes, Campinas – SP

Doutor Tomyo Arazawa: Oi, Celeste! Como vai? A endometriose do reto é um tipo de endometriose intestinal. O termo endometriose intestinal é mais genérica, pois pode se referir a qualquer local do intestino.

O reto é a parte final do intestino, e é onde as fezes ficam armazenadas até a evacuação. E o reto é a parte do intestino que é mais frequentemente comprometida por endometriose.

No reto, o sintoma mais comum é dor para evacuar durante o período menstrual, e eventualmente sangramento nas fezes. Quando em outras regiões do intestino, o sintoma costuma ser mais inespecífico, como cólicas intestinais durante o período menstrual.

Sobre o doutor Tomyo Arazawa:

Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), doutor Tomyo Arazawa fez sua Residência Médica e especialização em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital das Clínicas da FMUSP. Foi o Preceptor de Ginecologia da FMUSP e se especializou em cirurgias minimamente invasivas (Endoscopia Ginecológica) também no Hospital das Clínicas da FMUSP, tais como cirurgias laparoscópicas, histeroscópicas e cirurgias robóticas.

Tem título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia e em Endoscopia Ginecológica, ambas pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia). É membro da Sociedade Paulista de Ginecologia e Obstetrícia (SOGESP), da American Association of Gynecologic Laparoscopists (AAGL) e da International Pelvic Pain Society (IPPS).

Deixe seu comentário