David Redwine: Conversando com seu médico – perguntas para escolher seu especialista em endometriose!

0

A endometriose é uma doença que deve ser tratada apenas por especialista em endometriose, mas infelizmente não é isso que acontece.

Diariamente mulheres são mutiladas, perdem seus órgãos reprodutores, por simplesmente terem caído nas mãos de quem não sabe tratar a doença. 

Infelizmente ainda é muito comum achar que o útero ou os ovários “dão” os focos e, por isso, optam por retirar esses órgãos nobres da mulher.

Bem, toda regra há sua exceção, e há casos que se faz necessária a retirada de algum órgão reprodutor, como no caso de adenomiose, mas estamos falando especificadamente da endometriose. Tantas outras mulheres operam e têm reincidência um, dois, três meses após a cirurgia. Será que os focos foram todos retirados?

Apesar de ser uma doença onde o médico mandante, geralmente, é o ginecologista, não são todos que estão aptos a tratá-la. Sempre falamos no A Endometriose e Eu da importância da endomulher confiar e acreditar no seu especialista.

Mas como saber se estamos com alguém que realmente sabe tratar?

O médico e cientista americano doutor David Redwine sugere algumas questões que podem ajudar nesta empreitada. Porém o importante é você se sentir segura, caso contrário não hesite em procurar outra opinião.  Beijo carinhoso! Caroline Salazar

Hoje damos boas-vindas à Caroline Cardoso, nossa nova colaboradora-voluntária que ajudará a traduzir os textos da coluna. Seja bem-vinda!!

Por doutor David Redwine

Tradução: Caroline Cardoso

Edição: Caroline Salazar

 

especialista em endometriose e nosso ebook

Conversando com seu médico: perguntas que irão ajudá-la a escolher seu especialista

É importante informar-se em relação à endometriose para que você possa, juntamente com seu médico, escolher a melhor opção de tratamento. Essa é uma filosofia que pode ser adotada em relação a todos os aspectos de sua saúde e não apenas à endometriose.

Aqui estão algumas perguntas que poderão ajudá-la a escolher um médico. Elas a ajudarão a se familiarizar com o médico e o tratamento que você pode receber. Outra boa ideia é pedir a alguém para acompanhá-la, já que, muitas vezes, é difícil lembrar de tudo o que foi dito durante uma consulta.

Sinta-se à vontade para baixar e imprimir as perguntas para levá-las com você na sua próxima consulta.

Escolhendo um tratamento – perguntas que você deve fazer:

  • Quantas mulheres com endometriose você já tratou?
  • Quantas pacientes com endometriose você está tratando atualmente?
  • Qual método de tratamento você recomenda?
  • Como você mede o resultado do tratamento e por quanto tempo coleta as informações?
  • Se o tratamento recomendado não tiver sucesso, o que você recomenda em seguida?
  • O tratamento adotado mascara temporariamente os sintomas ou realmente remove a doença?

Como a única cura para a endometriose é cirúrgica, além de fazer as perguntas acima, você pode fazer as seguintes perguntas se estiver selecionando um médico para realizar uma cirurgia em você:

  • Você pode descrever o método cirúrgico que usa e me dizer por que escolheu esse método em relação aos outros atualmente disponíveis?
  • As opções cirúrgicas incluem excisão, vaporização a laser e eletrocoagulação. Quantos desses procedimentos você já realizou? A experiência é um dos melhores indicadores de sucesso. Então, selecione um médico que tenha realizado centenas de procedimentos.
  • O procedimento será feito por laparoscopia [1]ou por laparotomia [2]?
  • Você remove toda a endometriose?
  • Qual é sua abordagem se você localizar a endometriose em áreas como bexiga ou intestino?

Normalmente, a endometriose localizada nessas áreas requer experiência cirúrgica adicional.

  • Os tecidos que você remover serão enviados para patologia a fim de uma identificação? A menos que um patologista examine microscopicamente os tecidos removidos, é difícil saber com certeza se a endometriose está presente.
  • O tratamento será em um hospital ou uma clínica em que a equipe está familiarizada com as necessidades especiais de mulheres com endometriose?
  • Qual é sua filosofia de tratamento em relação à histerectomia e ao tratamento da endometriose?
  • Você coletou dados ao tratar mulheres com endometriose e publicou os resultados do seu trabalho? Em caso afirmativo, posso ter uma lista de seus artigos?

Nota do doutor Alysson Zanatta: Não é fácil escolhermos um profissional médico de confiança para nos tratarmos, ainda mais quando falamos de endometriose.

A endometriose é uma doença única, porém vista de maneiras completamente distintas por diferentes profissionais. Não se trata necessariamente de “bons” ou “maus” médicos, mas sim de como ele entende a doença.

O doutor Redwine, com seu espírito objetivo e sem meias palavras que o caracterizam, coloca questionamentos a serem feitos aos médicos. Acrescentaria também que sempre é válido ouvir mais de uma opinião.

As mulheres verão que as visões sobre a doença são muito diferentes, e até se questionarem se os médicos estarão falando da mesma doença.

Nesse caminho tortuoso, caberá a cada mulher informar-se, questionar, e não aceitar qualquer informação. Informe-se, e mude a sua história!!!

[1] Em linhas gerais, consiste na inserção de uma pequena câmera através de um orifício de forma a permitir uma inspeção visual interna de órgãos da pélvis e do abdômen.

[2] Em linhas gerais, é a abertura cirúrgica da cavidade abdominal.

Comments are closed.